Algumas vezes

Raiar

Deixa o dia passar

Passou

E com isso fez com que

eu te visse como vejo o mar

Manhã acolhedora

Noite agitada

A ressaca veio

Puxou-me

Segui

Um mergulho frio de pura calmaria

um mergulho profundo de intensidade

em ti.

Quero ficar na superfície

simplesmente boiando

sentindo a água me acariciar,

mas não me envolvendo por completo.

Poente

Na última luz

Vi o mar

Ele me viu também

Nós olhamos como se soubéssemos

de todas as nossas alegrias e medos

e, assim, fugimos um do outro.

Não por temor, mas por sensatez.

Parecíamos perfeitos demais

para uma calmaria, então,

a tempestade viria.

.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s